Arthur Schopenhauer – Determinismo e Liberdade

Determinismo e Liberdade

Arthur Schopenhauer

“Esperar, portanto, que um homem, sob tais influências, aja ora de um modo, ora de outro absolutamente oposto, é como esperar que a mesma árvore, que no último verão deu cerejas, sazone no outorno vindouro pêras”

Fonte: SCHOPENHAUER, Arthur. O livre arbítrio. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1967, p. 147.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *