G. K. Chesterton – Milagre e Ceticismo

Milagre e Ceticismo

G. K. Chesterton

“Representar-se o Monte Alverno como mero colapso de Francisco é o mesmo que se representar o Monte Calvário como o mero colapso de Cristo […]. Referir-se aos estigmas como a uma espécie de escândalo, e do qual se aproximar discretamente, mas com pesar, corresponde exatamente a considerar as cinco chagas originais de Jesus Cristo como cinco nódoas no seu caráter”

Fonte: CHESTERTON, G. K. São Francisco de Assis. Campinas: Ecclesiae, 2014, p. 11.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *