G. K. Chesterton – Racionalismo e Soberba

Racionalismo e Soberba

G. K. Chesterton

“Os gregos, os grandes guias e pioneiros da antigüidade pagã, partiram da idéia de qualquer coisa esplendidamente óbvia e direta, a idéia de que o homem, andando diretamente à frente na estrada real da razão e da natureza, não poderia chegar a mal algum especialmente se fosse, como eram os gregos, eminentemente iluminados e inteligentes. Poderíamos nos permitir uma observação irreverente, dizendo que ao homem bastaria acompanhar o próprio nariz, contanto que fosse um nariz grego”.

Fonte: CHESTERTON, G. K. São Francisco de Assis. Campinas: Ecclesiae, 2014, p. 22.

 

Robson Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *