Santo Agostinho – Tempo

Tempo

Santo Agostinho

“O que é realmente o tempo? Quem poderia explicá-lo de modo fácil e breve? Quem poderia captar o seu conceito, para exprimi-lo em palavras? No entanto, que assunto mais familiar e mais conhecido em nossas conversações? Sem dúvida, nós o compreendemos quando dele falamos, e compreendemos também o que nos dizem quando dele nos falam. Por conseguinte, o que é o tempo? Se ninguém me pergunta, eu sei; porém, se quero explicá-lo a quem me pergunta, então não sei”

Fonte: AGOSTINHO DE HIPONA. Confissões. São Paulo: Paulinas, p. 317.

1 comment for “Santo Agostinho – Tempo

  1. Thaís Vianna de Moraes
    17 de setembro de 2011 at 17:27

    Como é difícil de se explicar realmente!!! O que mais encontramos são pessoas que não prestam atenção no tempo e, por isso também, vivem dizendo não ter tempo (rsrsrsrs). É curioso! Se colocam a realizar “Ns” coisas e não conseguem vivenciar nada. Matriculam-se em escolas, universidades ou cursos, mas não tem tempo de estudar ou realizar tarefas. Começam a trabalhar e não conseguem chegar na hora certa. Não dialogam em família porque estão ocupados com suas preocupações. Na realidade é um ocupar-se do “nada com coisa nenhuma”, e quase sempre perde-se a noção de que, se tempo é (grosseiramente falando) a dimensão da existência, então “ter tempo” é organização + preferências. Peçamos, então, ao Senhor do tempo para nos guiar rumo ao essencial, a Salvação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *