Theodor Adorno – Gosto

Gosto

Theodor Adorno

“O próprio conceito de gosto está ultrapassado. A arte responsável orienta-se por critérios que se aproximam muito dos do conhecimento: o lógico e o ilógico, o verdadeiro e o falso”

Fonte: ADORNO, Theodor. O Fetichismo na música e a regressão da audição. Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, p. 173.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *