Autor: Robson Oliveira

Diz que… São Bento

Diz que… O Seminário São José, do Rio de Janeiro, irá ganhar uma espiritualidade mais beneditina. Que Bento, padroeiro da Europa, não deixe que se esqueçam das orientações mais recentes do Bento mais atual, o XVI.

Dados incompletos…

Deu na Folha.com: Duplo ataque a minoria religiosa mata ao menos 80 no Paquistão. A manchete, no entanto, não indica nada sobre a especificidade da minoria citada. No corpo da matéria se descobre que trata-se de uma dissidência muçulmana e encontra-se também uma indicação de que os cristãos “já foram” objeto de perseguição semelhante. No entanto, outras fontes garantem que o Paquistão persegue cristãos com violência e perseverança, sem qualquer indicação que esse tempo já tenha passado ou que o…

Yo no creo en los presos; pero que los hay, los hay

Apesar de a intelectualidade brasileira insistir em dizer que Cuba vive em uma democracia, o governo “companheiro ” caribenho admitiu que há presos políticos sob sua tutela. Graças a intervenção de membros da Igreja em defesa dos presos políticos, fortalecendo o movimento Damas de Branco, o presidente Raúl Castro iniciou o que foi chamado pelo Arcebispo de Santiago, Dom Dionisio García, “um processo, e um processo deve começar por pequenos passos”. Roguemos a Deus que sejam passos céleres.

Uma luz (?)

Comumente, quando os cientistas  tratam de assuntos éticos, tendem ao materialismo ou ridicularizam o aspecto religioso. No entanto, um grupo de pesquisadores europes, à busca do gene da fidelidade, inclina-se para o aspecto comportamental como peça chave para a análise dos casos de infidelidade. Ainda que a busca inicial tenha seguido o leitmotiv ordinário, a redução do homem ao que é material, as conclusões parecem afastar-se dessa premissa.

Sergio “Nero” Cabral

Foi no ano de 64 que a humanidade teve, pela primeira vez, notícia desse bando de gente torpe! Desde sempre os cristãos são assim, baderneiros, violentos, malfeitores. Nesse ano, incendiaram Roma. Obviamente, por ser raça mentirosa e tenaz, negaram tudo. Mas quem poderia pôr fogo em toda uma cidade? Quem teria aparato técnico para, simultaneamente, atear fogo em todos os cantos da urbi? Ou eles, que estão em todos os lugares, ou o governador… mas Nero não praticaria tamanha crueldade… Com…

Mais uma promessa…

Após a promessa de que com a aprovação da Lei de Biossegurança as doenças genéticas seriam exterminadas e todo tipo de paralisia curado (ainda lembro dos coitados em cadeiras de rodas em Brasília, mera massa de manobra, aguardando o milagre das células-tronco embrionárias), eis que uma nova promessa surge: a vida criada em laboratório! Segundo os respeitáveis tablóides nacionais e internacionais, a partir do último dia 21, o homem pode criar vida, embora ainda não possa estender a própria (sic!).…

Um Problema da Educação Superior no Brasil

(ou do professor “desencantado” e da instituição salafrária) O professor “desencantado” é aquele que, como nós, saiu da Pós-Graduação com todo gás, animado com a carreira, esperançoso de um país melhor. Aí ele se depara com um auxiliar administrativo do DEGASE, que está na turma de filosofia porque receberá um aumento percentual de 7% na sua gorjeta se agregar ao currículo o ensino superior concluído. Este professor, confiante, tenta despertar no dito cujo amor ao conhecimento. Nosso professor acredita que…

Símbolos Religiosos

A separação entre Estado e Igreja é antiga e tem como antecessora uma situação de servidão entre os poderes, bem mais constragedora do que os supostos escândalos e denúncias atuais. Entendo que os limites entre os poderes é salutar tanto para a universalização dos bens do estado a todos os cidadãos, independente do credo de cada um, quanto para a Igreja, que poderá exercer seu papel profético anunciando o Reino que há de vir, sem preocupar-se com interesses humanos, demasiadamente…

Andrei Rublev (Andrei Rublev)

Andrei Rublev[1] (Diretor: Andrei Tarkovsky[2]) Sinopse: Kirill está impaciente. Tomado por uma tristeza profunda contempla os quadros que produziu. Tudo parece vazio. No fundo do coração compara suas obras às do confrade Andrei. Sente inveja. Para ocultar este mal-estar e este ressentimento que vai pouco a pouco o vencendo, rememora passagens da Sagrada Escritura. É neste momento que surge a frase que dá o tom do filme: “Vaidade das vaidades, tudo é vaidade”[3].  Esta talvez seja a seqüência que melhor…