Perguntas para a Marina

Então, ano eleitoral no Brasil é tenso: muitos interesses pessoais envolvidos, muita gente querendo defender sua teta no erário público, muita doutrinação sendo checada pelos “camaradas”. O Caso Marina é um exemplo de como os cidadãos não conseguem ver os fatos com clareza em razão do processo de “esquerdização” da população brasileira.

Escândalos do PT - 02

O Brasil sofre há 12 anos com um governo filo-comunista que:

  1. conseguiu saquear os cofres públicos como jamais nenhum governo capitalista conseguiu;
  2. ameaça abertamente a liberdade de opinião e de imprensa com decretos bolivarianos;
  3. matou membros do seu próprio partido quando não obedeciam sua cartilha, como garantem a família e amigos do ex-prefeito Celso Daniel;
  4. comemora como se heróis fossem diversos criminosos condenados pela mais alta corte do país;
  5. não cumpre a palavra dada em campanha de 2010, quando a ainda candidata garantiu que não trabalharia pelo aborto no país;
  6. aparelha e legisla pelo STF segundo suas preferências.

E aí, o cidadão acostumado com a cantilena do socialismo desde o maternal, pensa que a solução de um país mergulhado em esquerdas é ir mais para a esquerda ainda. Eles pensam que o problema não foi o socialismo do PT. Eles defendem que o governo não foi socialista o suficiente. Nem passa pela cabeça da maioria que o problema de fundo, a razão do país afundar é justamente o socialismo imposto pelo governo. Alguns pensam ser inimaginável votar no PSDB ou no DEM . Eles agem como se houvesse um depósito de honestidade, honra, veracidade, justiça e inteligência que estaria reunido apenas nos partidos socialistas. Apesar de a história recente provar que corrupção não escolhe partido, alguns acham que honestidade escolhe e não pode estar em partidos mais à direita.

A razão da crise institucional que namoramos é justamente a virada à esquerda realizada pelo Brasil nos últimos 50 anos. É preciso ir mais para direita e não mais para esquerda: menos estado, mais liberdades individuais, mais democracia, menos controle, tudo o contrário do socialismo. Nesse sentido, a candidata Marina pode aprofundar uma crise ao invés de solucioná-la.

999373_516388781767489_2045919117_n[1]

 

Na condição de eleitor e cansado de ver o mal prosperar, gostaria de fazer algumas perguntas à Marina:

  1. Como você se auto-proclama representante da “nova política”, como entender a antiga prática de utilizar empresas fantasmas para fazer negócios escusos com dinheiro de campanha – link aqui.?
  2. Você é favorável ou não aos conselhos populares, que substituem ou fiscalizam políticos eleitos democraticamente – link aqui?
  3. Você é favorável que a vida de um inocente, ameaçado de aborto, seja decidida por meio de um plebiscito – link aqui?
  4. Você é favorável ao casamento gay como prática de governo – link aqui?
  5. Você não é absolutamente contra as drogas? Há algum mundo possível, em sua opinião, em que as drogas sejam legalizadas – link aqui?

Acho que sei as respostas para essas perguntas. Por isso mesmo a meditação sobre os elementos que estão em jogo aqui precisam ser muito bem meditados. Como dissemos em outro lugar, quem é capaz de arrumar qualquer desculpa psicológica para matar um bebê pode com ainda mais facilidade desculpar crimes infinitamente menores, como corrupção, formação de quadrilha, caixa 2.

Robson Oliveira

1 comment for “Perguntas para a Marina

  1. Fatima
    29 de agosto de 2014 at 23:08

    Sinto que mutos católicos deixam a desejar seus direitos e deveres em participar verdadeiramente da Política seria, construtiva de que fala nosso amado Papa Francisco. Hj as pesquisas estão praticamente orgsnizadas pra que começe nais 4 anos de atraso.
    Nem Dilma fez e, nem fará se ganhar. E, nós católicos do país + católico, entregando o Governo a Marina nada contra ser da Assembléia de Deus, mas como cobrar certas leis, que pra ela são contrárias à nossa?
    Estou muito preocupada con futuro dos meus netos, bisnetos.!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *