Código Penal: sacerdotes católicos unem-se a líderes evangélicos na defesa dos valores cristãos

Escrito por Padrepauloricardo.org e site Fé em Jesus | 01 Setembro 2012

Aborto, liberação da maconha, gayzismo, e, na prática, a legalização da pedofilia, com a proposta sobre o consentimento para práticas sexuais a partir dos 12 anos. O novo Código Penal, tal como o governo do PT deseja aprovar, nada mais é do que a lista de perversões defendidas pela Nova Esquerda, anticristã por definição, transformada em lei.

No dia 30 de agosto de 2012, Padre Paulo Ricardo esteve no Senado Federal, juntamente com o Padre Berardo Graz, o Padre Luis Carlos Lodi, o Sr. Paulo Fernando, Prof. Felipe Nery e Profª Janaína, a fim de discutir as propostas de mudança para o novo Código Penal.

Além de participar da sessão pública e falar ao Senador Pedro Taques (PDT-MT), Padre Paulo Ricardo e os demais reuniram-se também com o Senador Gim Argello, líder do PTB e o Senador Renan Calheiros, líder do PMDB, entre outros senadores.

 A eles, expuseram a impossibilidade de uma apreciação digna e de uma votação condizente com a vontade da população brasileira das propostas para o novo Código Penal no prazo exíguo de trinta dias, além de outros pontos específicos que causam estranheza e rejeição, como a descriminalização do aborto, a liberação da maconha, o consentimento sexual a partir dos 12 anos de idade (que liberaria a pedofilia), entre outros.

O encontro foi articulado pela chamada Bancada Parlamentar Evangélica e conseguiu ao menos um ponto positivo: a prorrogação do prazo para análise das propostas em mais trinta dias. (do site do Paulo Paulo Ricardo)

N. do E.: Confira matéria do site Fé em Jesus sobre o encontro.

Líderes e pastores alertam relator do novo Código Penal sobre atrocidades contidas nele contra a família cristã

Encontro foi articulado pela Frente Parlamentar Evangélica e ocorreu nesta quinta no Senado; no meio de tanta preocupação, uma boa notícia: prazo para a apresentação de emendas ao projeto do novo Código será prorrogado

O senador Pedro Taques (PDT-MS) informou nesta quinta que o prazo para a apresentação de emendas ao projeto do novo Código Penal que acabaria no próximo dia 5 foi prorrogado para 5 de outubro. A dilatação desse cronograma foi comemorado pelos deputados e senadores da Frente Parlamentar Evangélica embora a maioria acredite que novas prorrogações, dentro do Regimento do Senado, ainda deverão ocorrer.

A Frente se reuniu em caráter extraordinário com o senador Taques e levou a ele uma série de preocupações com as mudanças propostas no novo Código, além do tempo curto para debatê-las. O senador Magno Malta (PR-ES) listou a descriminalização do aborto e a liberação do consumo da maconha, além da diminuição para o consentimento para relações sexuais de 14 para 12 anos (na prática o que libera a pedofilia) e a criminalização da chamada homofobia como os principais itens do projeto que incomodam o povo cristão brasileiro.

O encontro da Frente Parlamentar Evangélica reuniu mais de 30 líderes e pastores de diversas denominações do país, além de procuradores da República e juristas cristãos. O senador Pedro Taques afirmou que é de seu papel de relator “ouvir mais do que falar” e pediu que os líderes cristãos presentes dissessem a ele o que mais os preocupa. Coube ao senador Magno Malta elencar então os pontos mais danosos do projeto.

Veja o que disse o senador Magno:

Aborto

“Não vamos negociar esse tema. Para mim e alguns senadores, não negociaremos a vida. Não atentaremos contra a natureza de Deus. Não seremos acintosos contra Deus. Se há um ser respirando dentro de um útero, se há sangue no cordão, se esse feto respira, se esse feto tem deficiências, Deus sabe o porque desse feto ter problemas. Falo em nome dessa rede cristã , daqueles que acreditam na vida. A proposta contida no projeto do novo código é horrorosa. Precisa ter sangue no olho para prescrever a morte de um feto. Quando os juristas falaram que isso foi amplamente debatido, foi debatido com quem? Os que debateram pensam o mesmo que eles. Precisamos de um texto que proteja a vida e não que estabeleça uma cultura de morte no Brasil.”

Drogas

“A quem interessa a legalização da maconha no Brasil? Sabemos que estamos enfrentando o tabaco. Uma vez legalizada a maconha, os que vendem legalmente o tabaco vão querer vendar a maconha industrializada. A maconha causa dependência do sistema nervoso central, produz câncer de faringe, impotência sexual, desequilibra o individuo. É possível um professor em sala de aula fumar maconha? É possível um piloto de avião usar mamconha? É possível contratar uma babá maconheira?Se a lei como querem passar será possível. A legalização só beneficia o traficante, que vai virar um atravessador de pequenas quantidades da droga. Não se acaba com esse drama do consumo protegendo o consumidor. Se acaba acabando com o consumo”

Homofobia

“Querem criminalizar a sociedade por uma divida que ela não tem. Programas de TV como O Pânico, Zorra Total, eles podem fazer o que quiserem com os gays. Mas vai dizer que é pecado para ver… Se você não aluga uma casa para um homossexual, você irá preso por 5 anos? Se você pede para um casal homossexual parar de se beijar em frente a tua casa, você terá de ir preso?”

Consentimento sexual aos 12 anos.

“O sujeito abusa de uma menina de 11 anos e 11 meses e 20 dias. Até aí é criminoso. Mas depois de 12 anos, tudo bem? Pode fazer o que quiser que não é crime? Com essa proposta vão legalizar a pedofilia no país. Os pedófilos estarão livres para agir com crianças de 12, 13 anos”.

Fonte: http://www.midiasemmascara.org/artigos/governo-do-pt/13365-codigo-penal-sacerdotes-catolicos-unem-se-a-lideres-evangelicos-na-defesa-dos-valores-cristaos.html

7 comments for “Código Penal: sacerdotes católicos unem-se a líderes evangélicos na defesa dos valores cristãos

  1. 25 de junho de 2015 at 16:10

    SINAIS PROFETICOS: AQUECIMENTO GLOBA-CRISE HIDRICA–ADVERTÊNCIA DIVINA-E OUTROS SINAIS…
    (MC.12.10) Ainda não lestes esta Escritura: (GN.5.1) No dia em que Deus criou o Homem à sua semelhança; (GN.6.12) viu Deus a terra, e eis que estava corrompida, porque todo ser vivente havia corrompido o seu caminho na terra: (IS.59.15) O Senhor viu isso, e desaprovou o não haver juízo:
    (RM.9.’) Digo a verdade em Cristo, não minto, testemunhando comigo, no Espírito Santo, a minha própria consciência; (2SML.22.23) porque todos os seus juízos me estão presentes, e dos seus estatutos não me desviei:
    (IS.24.5) Na verdade, a terra está contaminada por causa dos seus moradores; porquanto transgridem as leis, violam os estatutos, e quebram a aliança eterna: (SL.82.5) Eles nada sabem nem entendem, vagueiam em trevas, vacilam todos os fundamentos da terra; (SL.78.22) porque não creram em Deus, nem confiaram na sua salvação: (1CO.11.30) Eis a razão por que há entre vós muitos fracos e doentes, e não poucos os que dormem:
    (IS.19.21) Onde estão os vossos sábios? (LC.8.25) Onde está a vossa fé? (JR.14.22) Acaso, haverá entre os ídolos dos gentios, algum que faça chover? Ou podem os céus dar chuvas de si mesmos? (MC.12.27) Laborais em grande erro: (LV.18.27/28) Não suceda que a terra vos vomite havendo vós a contaminado, como vomitou o povo que nela estava antes de vós; porque todas estas abominações fizeram os homens desta terra que nela estavam antes de vós, e a terra se contaminou:
    (IS.55.11) Assim será a palavra que sair da minha boca: Não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz, e prosperará naquilo para o que a designei: (NM.24.4) Palavra Daquele que ouve os ditos de Deus, o que tem a visão do Todo-Poderoso e prosta-se, porém, de olhos abertos:(EZ.12.11) Eu sou o vosso sinal:

    Arnaldo ou Israel

  2. Elizabeth Ferreira Dias
    16 de setembro de 2012 at 16:50

    Falamos tanto dos governantes. Será que divulgamos nossos valores católicos ou ficamos calados para não sermos segregados? Muito fácil falar deles…

  3. Yan dos Santos
    14 de setembro de 2012 at 10:25

    O governo a cada dia que passa quer regularizar leis em que não veem o mal que pode causar a sociedade, buscam a cada dia o bem estar pra eles, mas não se preocupam com aqueles que vivem numa situação tão diferente deles.
    Muito digna a iniciativa dos líderes religiosos, em se unir contra todos estes argumentos políticos, se puseram na posição deles, que são os maiores defensores da da vida, e da moral humana, que através dessa defesa este novo código não entre em vigor.

  4. Herbert Burns
    11 de setembro de 2012 at 23:15

    Exatamente. Aqui é o país dos excluídos! E a pior das exclusões: a do pensamento. Assunto esse que requer a participação de tantos, uma ampla discussão, fica restrito a uma elite viciada no poder, que se sustenta a qualquer preço e preço ditado pelo Tio Sam. Depois é a mesma ladainha: Nossa Constituição é a mais avançada do mundo! Quando na realidade não passa de retalho novo, a única modernidade é a data da promulgação. E vão fazer a mesma coisa com o Código Penal: passa-se do jeito que os funcionários governamentais receberam para pensar, cria-se os casuísmos, e depois promulga-se o Código Penal mais avançado do mundo pois Velha mesma é a Constituição Americana, a Francesa, etc. A nossa é a mais moderna, e será sempre pois amanhã do jeito que vão as coisas, só nos resta ter outra e novinha.

    • 11 de setembro de 2012 at 23:57

      A questão do Código Penal e do Código Florestal se aproximam de interesses internacionais bilionários, Herbert. Sugiro que veja o seguinte filme: http://humanitatis.net/?p=4841. Nos EUA ele foi exibido em cinemas e encheu salas com curiosos. Aqui no Brasil, nem se quiser comprar você não consegue. Graças a Deus existe a internet.

      O assunto parece distante, mas lá no meio pro final do final as coisas começam a fazer sentido: no fundo, é sempre controle do mais forte sobre o mais fraco. Pois o mais fraco, se ficar forte, toma o lugar do mais forte. O que é curioso é que os que mais trabalham em favor desse bando de imperialista safado, abortista eugênico, é o povo que tem nos lábios o discurso da liberdade e da democracia.

      Abração e bom proveito!

  5. Herbert Burns
    10 de setembro de 2012 at 22:15

    Nosso codigo penal esteve sempre em defesa de uma elite economica e financeira. e hoje, mais que nunca, se ve nas penitenciarias o reflexo de tais politicas. Muitos tem a falsa impressao que nas detencoes encontra-se os piores elementos, isto e’ aqueles homens sem moral, cuja prisao e’ um justo castigo. Mas a realidade que se ve e’ que o objetivo de tais prisoes sao financeiras. Enquanto se defende a discriminalizaçao do uso da droga, pelas industrias Farmaceuticas, o viciado em agua que fizer uso “ilegal” e criminalizado, assim como o usuario de energia eletrica, etc.( Isto tudo porque por detraz das aguas e energia existe um conglomerado financeiro forte) Nossa agua e doada ao estrangeiro como gestos humanitarios por nosso governo que prende nossos pobres por CONSUMO ILEGAL de agua. Os conselhos de Justiça a cada ano liberta milhares de presos ilegais. Sem que seja apurado os responsaveis por tais prisoes. Somos roubados por empresas de fachadas, que contribuem a qualquer custo para o enriquecimento de suas majoritarias, apesar de suas claras atitudes criminosas, suas açoes so serao investigas apos as trocas do poder, depois de longas investigaçoes ah! mas se fossem um pobre…
    Temos sim que reformar o Codigo Penal Brasileiro, e isto exige das pessoas um comprometimento maior, muito maior do que a simples revolta facebookiana de curtir e compartilhar. Precisamos de gestos e atitudes concretas de todas as nossas lideranças, se preciso fazer alianças, entao que façamos. mas nao podemos ficar parados.

    • 11 de setembro de 2012 at 08:25

      Mas a reforma que estão providenciando a toque de caixa nem sequer resvala nesses problemas,Herbert. Ficará tudo como d’antes quanto a crimes do colarinho, protecionismo das empresas, etc. A mudança fundamental e desejada abertamente pelos responsáveis da reforma é a descriminalização da prática do aborto, projeto aliás bancado por potências financeiras americanas e pela dona ONU. De fato, a impressão que você tem é partilhada por mim. Trata-se sempre da tentativa de manter o poderio econômico como sempre foi: Europa e EUA contra o resto do mundo. Triste é que pessoas do Brasil sirvam consciente ou inconscientemente para estes propósitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *