Catequista processada na Croácia

Reprodução

Catequista croata, Jelena Mudrovcic, está sendo processada em seu país por haver ensinado, em aula de catequese, que a prática do homossexualismo afasta os indivíduos da Eucaristia. Movido por um grupo pró-homossexualismo (Kontra), e apesar de não haver qualquer ilícito neste fato, segundo a legislação do país, e além de não serem encontradas provas contra a catequista, a não ser um disse-me-disse, ela está citada em um inquérito onde é réu de preconceito.

Diferentemente do que acontece tradicionalmente no direito, é Jelena quem tem que provar inocência, e não o grupo que deve provar que é culpada. Para esse grupo homossexual, os heterossexuais são culpados até que provem o contrário.

Fonte: La Bussola Quotidiana


Será que a moda pega? Imaginem! Todo negro terá o direito de acusar qualquer branco, pois são culpados, até que provem o contrário? Ou toda mulher pode acusar qualquer homem de violência de gênero, e caberá ao acusado provar sua inocência?Enfim, todo cidadão é réu de crime, até que prove o contrário?

2 comments for “Catequista processada na Croácia

  1. Karina
    15 de julho de 2011 at 10:44

    Ai, meu coração…

    • Robson Oliveira
      15 de julho de 2011 at 14:47

      Pois é, Karina, a coisa tá feia e pode piorar… Aliás, vou pesquisar para saber como o caso está se desenvolvendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *