Defensor de políticas pró-aborto e pró-homossexualismo é nomeado para Academia de Ciências do Vaticano

Matthew Cullinan Hoffman

6 de janeiro de 2011 (Notícias Pró-Família) — O Dr. Miguel Nicolelis, um neurocientista que foi nomeado ontem para a Pontifícia Academia de Ciências, é uma defensor público da ideologia pró-aborto e pró-homossexualismo da nova presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, conforme LifeSiteNews ficou sabendo.

Miguel Nicolelis

Nicolelis, que ensina no Departamento de Neurobiologia da Universidade de Duke, é conhecido por seus experimentos pioneiros na área de robótica neurologicamente controlada, mas em meses recentes ele também se tornou conhecido por uma declaração pública feita durante a eleição presidencial do Brasil indicando que suas opiniões sobre as questões de vida e família estão em profundo conflito com os ensinos da Igreja Católica.

Num artigo publicado em 26 de outubro, Nicolelis expressou sua indignação com a “direita histérica”, que na época estava fazendo campanha contra a candidatura de Rousseff por causa das opiniões pró-aborto e pró-homossexualismo dela.

Nicolelis se queixou de que os cristãos conservadores do Brasil estivessem seguindo o exemplo americano de fazer campanhas e atacar “a evidente falta de valores cristãos do oponente [Dilma], manifestada pela explícita aquiescência [dela] para com o aborto” bem como “a libertinagem sexual e falta de valores morais [dela]”, que Nicolelis diz vem representado pelo que ele rotula como a “legítima aprovação” que ela faz das uniões civis homossexuais.

Além do apoio dele às uniões civis homossexuais, Nicolelis também oferece uma defesa da posição de Rousseff em favor da descriminalização do aborto.

Comparando o oponente de Rousseff a George Bush, Nicolelis escreve que “pois o que vale é a vitória, custe o que custar, pouco importa ao George Bush tupiniquim que milhares de mulheres humildes e abandonadas morram todos os anos, pelos hospitais e prontos-socorros desse Brasil afora, vítimas de infecções horrendas, causadas por abortos clandestinos”.

“George Bush, tanto o original quanto o genérico dos trópicos, provavelmente conhece muitas mulheres do seu meio que, por contingências e vicissitudes da vida, foram forçadas a abortos em clínicas bem equipadas, conduzidas por profissionais altamente especializados, regiamente pagos para tal prática. Nenhum dos dois George Bushes, porém, jamais deu um plantão no pronto-socorro do Hospital das Clínicas de São Paulo e testemunhou, com os próprios olhos e lágrimas, a morte de uma adolescente, vítima de septicemia generalizada, causada por um aborto ilegal, cometido por algum carniceiro que se passou por médico e salvador”, acrescentou ele.

Indivíduos selecionados para a Pontifícia Academia de Ciências são nomeados pelo próprio papa depois de serem indicados pelos oitenta membros da Academia. O cargo dos membros é vitalício. A Academia publica várias revistas científicas e atua numa posição de assessorial para a Santa Sé.

O Papa Bento 16 é um defensor sólido do direito à vida e dos valores da família, e é improvável que ele esteja ciente do histórico de Nicolelis quando fez a nomeação.

O presidente em exercício de Human Life International (Vida Humana Internacional), monsenhor Ignacio Barreiro expressou “choque” com a nomeação de Nicolelis.

“Fiquei chocado ao ler que o Dr. Miguel A.L. Nicolelis, um professor brasileiro, tenha sido nomeado para esse cargo de prestígio no Vaticano. Ele tem declarações registradas criticando aqueles que querem ver o aborto criminalizado e explicitamente apoiando as uniões homossexuais”, Barreiro disse para LifeSiteNews.

“Vamos esperar que a Santa Sé faça algumas investigações no histórico do Professor Nicolelis”. Barreiro continuou. “Não podemos permitir que a Pontifícia Academia seja corrompida por ‘católicos’ que afirmam ser pessoalmente contra o aborto, mas que se opõem publicamente à Igreja Católica nessa e outras questões cruciais. Essa falsidade de fé não deveria estar tão perto do Vaticano enquanto a Igreja Católica dialoga com as ciências — é nesse ponto em que a clareza e a verdade importam mais”.

Solicitações de entrevista com Nicolelis, feitas tanto por telefone quanto por email, não foram respondidas até o momento da publicação deste artigo.

Informações de contato:

Pontifícia Academia de Ciências
Casina Pio IV, V-00120 Vatican City
Tel. +39 06 69883195 – Fax +39 06 69885218
Email: academy.sciences@acdscience.va

Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé
William Cardinal Levada, Prefect
Piazza del S. Uffizio, 11, 00193 Roma, Italy
Fax: 06.69.88.34.09
E-mail: cdf@cfaith.va

Papa Bento 16
benedictxvi@vatican.va

3 comments for “Defensor de políticas pró-aborto e pró-homossexualismo é nomeado para Academia de Ciências do Vaticano

  1. 7 de janeiro de 2011 at 21:30

    Mas o que está a acontecer??

    Cada vez está a ser mais difícil ser Católico.

    E o Papa? 🙁

    Um abraço de Portugal, Terra de Santa Maria!

    • Robson Oliveira
      7 de janeiro de 2011 at 23:52

      Olá, João.

      Não acho que o Papa tenha conhecimento detalhado de todas as indicações para as diversas academias vaticanas. Vamos acompanhar o desenrolar…

      Abraço!

    • Robson Oliveira
      8 de janeiro de 2011 at 00:18

      Bem que os responsáveis por receber estas indicações “preciosas” na Pontifícia Academia poderiam ler mais sobre os candidatos. Eis o que o senhor Nicolelis (ou alguém que assina por ele) escreveu recentemente:

      http://universidadesprodilma.wordpress.com/2010/10/26/um-pedido-singelo-de-miguel-nicolelis/

Deixe uma resposta para João Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *