Discurso da Deputada Myrian Rios contra a PEC 23/2007

[iframe: width=”425″ height=”349″ src=”http://www.youtube.com/embed/1J_m0DLIEMc” frameborder=”0″ allowfullscreen]

Parabéns, Deputada! Esperamos sempre isso dos que pedem nosso voto: defesa segura e aberta do inocente, clareza nos princípios e fidelidade aos eleitores. De nossa parte, a apoiaremos na luta que travará na sua carreira política. Aos deputados que não se colocaram contra o PEC ou que votaram abertamente a seu favor, saibam que não vamos esquecer e cobraremos a conta outro dia. São eles:

Favoráveis ao PEC

Cidinha Campos (PDT)
Paulo Melo (PMDB)

Ausentes da votação:

Inês Pandeló (PT)
Janira Rocha (PSOL)
Luiz Paulo (PSDB)
Marcelo Freixo (PSOL)
Zaqueu Teixeira (PT)

10 comments for “Discurso da Deputada Myrian Rios contra a PEC 23/2007

  1. 8 de julho de 2011 at 19:59

    Louvado seja Deus por sua coragem,
    Temos direitos como cidadão de querer educar as nossas famílias
    de acordo com aquilo que acreditamos ser certo,
    Que a lei seja igual para todos.

    Deus te abençoe sempre!

  2. Padre Leonardo
    28 de junho de 2011 at 21:57

    Estamos contigo Myrian Rios, Rogo a Deus abençoar seu ministério. Agradeço pois agora posso dizer que realmente tenho uma representante. Força, você não está sozinha. Pe.Leonardo

    • marcos
      6 de julho de 2011 at 23:19

      Lamentavel em um Estado de Direito Democrático estarmos rememorando o nazismo. Lamentavel o conceito de “liberdade” e de “missionária católica” tã caros, serem usurpados. Lamentável que depois de seculos de sangue, estamos ainda levantando nossas armas em nome da fé, não de uma fé verdadeira, de uma fé que liberta, de uma verdade que liberta, mas de uma convicção que escraviza, que não leva em conta a dignidade da vida humana. Lamentável que tenhamos que conviver com pessoas que, ao serem eleitas, deveriam prezar pelo bem comum e não por “minhas convicções” Nenhum político governa por “suas convicções”, mas para o bem comum, princípios do Estado de Direito Democrático, talvez distantes desses políticos.

      • Robson Oliveira
        6 de julho de 2011 at 23:39

        Pois é, Marcos. Estado de direito democrático! Portanto, todos têm o direito de defender suas convicções. Se não for assim, é um estado de direito ditatorial! A posição da deputada não é lamentável, pois ela defende o direito de opinião, que todos possuímos. Ela defende a isonomia entre os cidadãos, que está sendo aviltada. Ela defende a manutenção da Constituição Federal e isso nada tem de lamentável. Mas lamentável mesmo é um governo que se diz democrático tentar sabotar as leis vigentes do país, sitiando os tribunais de justiça em todos os níveis; lamentável mesmo é um governo autodenominado popular acobertar crimes e mais crimes, sem punir nenhum companheiro; lamentável de verdade é ter que assistir o governo gastar milhões com uma campanha ridícula da gaystapo enquanto a educação do país está no nível deixado pelo PSDB, há 12 anos atrás; lamentável é assistir políticos, que diziam-se incorruptíveis, com dinheiro na meia, na cueca e sabe lá mais onde; isso, sim, é lamentável. Uma deputada defender valores, sem tergiversar, isso é motivo de honra para seus eleitores!

      • 7 de julho de 2011 at 16:50

        marcos

        a deputada tem direito de usar a expressão “minhas convicções” sem qualquer prejuízo de sua imagem política. Pelo contrário! As pessoas que a elegeram o fizeram justamente por acreditar que as convicções DELA condizem com as delas. A missão de um político é representar o povo QUE O ELEGE, é brigar pelos anseios DOS SEUS ELEITORES. Esta é a melhor e mais perigosa característica da democracia. Mas é disso que é feita.
        O político não governa “pra todo mundo”. Fosse assim, não existiriam diversos partidos (sem entrar agora no mérito de quais prestam e quais não prestam) apenas uma grande fila de candidatos.

      • Marcelo
        8 de julho de 2011 at 15:34

        Lamentável o coméntário do Marcos..

        Lamentável uma comparação com o nazismo… no mínimo só ouviu falar em noticiários sobre o nazismo e nunca soube do horror que tantos viveram..

        Lamentável alguém que fala em “Estado de Direito Democrático” esquecer que a democracia permite que tenhamos opiniões adversas e não lembrar que os séculos de sangue só existiram porque nenhum dos dois lados parou para discutir abertamente os erros como se faz agora…

        Lamentável ver que a sua fé em suas próprias convicções de que a Igreja está errada – já que ao criticar o que foi dito, está criticando a o que a Igreja ensina – o faça acusar sem analisar…

        Lamentável você não entender que o “BEM COMUM” que você apoia é alguns estão levantando bandeira para apoiar não é o que a maioria apoia…

        Você não deve ter ajudado a eleger a Deputada Myrian Rios, mas quem a elegeu o fez por causa das suas convicções sim, e se está lá foi por isso..

        Por último, lamentável eu estar usando o mesmo tipo de “discursinho” para mostrar que belas palavras não mostram a verdade da fé..

        Pense mais, reflita mais sobre principios, politica e fé, antes de uma critica tão sem fundamento quanto essa…

  3. Priscila
    28 de junho de 2011 at 17:57

    Amigos, Famílias, a Dep. Myrian Rios está sendo atacada por causa de seu discurso, sugiro que escrevam a ela e a outros políticos que foram contra a PEC, dando o nosso apoio e mostrando que estamos satisfeitos por estarmos sendo representados!

    • Robson Oliveira
      28 de junho de 2011 at 18:47

      A deputada está sendo vítima de bullyng digital. o Yahoo! editou o vídeo do discurso da deputada e está divulgando.

      É importantíssimo apoiar a deputada Myrian Rios! O e-mail oficial dela na Alerj é myrianrios@alerj.rj.gov.br. Seu twitter é @myrianrios. O seu telefone na Alerj é o (21) 2588-1452 (gabinete 201). Não deixemos de parabenizá-la e encorajá-la!

  4. carlos luiz mello
    28 de junho de 2011 at 14:58

    HOJE ME SENTI ORGULHOSO DE TER DADO O MEU VOTO , SÃO DE POLITICOS ASSIM QUE PRECISAMOS E NÃO DE POLITICOS QUE VÃO DE ACORDO COM AS SUAS CONVENIENCIAS.PARABENS DEPUTADA, E NÃO RETIRE NADA DO QUE VOÇE FALOU. POIS ESTAMOS AQUI PARA FAZERMOS A VONTADE DO PAI.AMÉM.

  5. Alberto César Bastos
    27 de junho de 2011 at 23:11

    Parabéns deputada. Seus pensamentos são coincidentes com os meus e não poderia ser diferentes, pois seguimos o mesmo Deus, que criou o HOMEM e a MULHER e os conduziu a formar a FAMILIA. Gostei também do que disse o Juiz Goiano sobre os gays não formarem uma união estável, pois no caso de serem colocados (todos do mesmo sexo) em uma ilha deserta do Pacífico, após alguns anos, a ilha estaria desabitada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *