Homofobia, Hoax do movimento gay

Em uma entrevista esclarecedora, o ex-militante da causa gay internacional, Luca di Tolve, afirma que um dos carros-chefe do movimento gay internacional é um hoax, isto é, um boato infundado com a intenção de enganar o público menos acostumado ao tema.

Luca di Tolve frequentou o movimento gay europeu por 20 anos. Hoje, com 40 anos e casado, e com a autoridade e conhecimentos de alguém que passou metade da vida testemunho por dentro o movimento, ele afirma que o grupo Arcigay (histórica organização da Europa neste tema) e outras associações assemelhadas não pretendem reivindicar o respeito civil, mas ocupalm-se apenas em impor a homossexualidade como norma de conduta, combatendo todo tipo de discurso contrário.

Il loro unico scopo è sdoganare un modello di pensiero, negando tutti quelli che lo contraddicono.

O único objetivo (deste movimento) é evidenciar um modelo de pensamento, negando todos que o contradizem.

A fim de disseminar suas práticas, promovem estas festas públicas que, antes de defender direitos civis, muito mais pretendem divulgar e captar novos parceiros sexuais, pessoas frequentemente inexperientes e abaladas sentimentalmente. Aproveitam-se da confusão e da dor que este sentimento apresenta para captar novas vítimas sexuais. Segundo Tolve, os membros destes grupos sabem que nascemos homens ou mulheres, eles reconhecem que a “normalidade é ser heterossexual”.

Para Tolve, o mistério da complementaridade entre homem e mulher foi a saída do círculo vicioso do discurso gayzista. Homem e mulher se complementam. Achar que um homem pode simular ou fazer as vezes da mulher é de um machismo estrutural! Afirmar que a mulher, para ser feliz, precisa agir como outro homem é o machismo em sua pureza química.

Leia toda a entrevista (em italiano) aqui.

Testemuno de Luca di Tolve (italiano) aqui.

3 comments for “Homofobia, Hoax do movimento gay

  1. Mazir
    17 de junho de 2011 at 11:22

    Mais uma vez se confirma que Deus fez Adão e Eva! Ou seja, nunca existiu Adão e Ivo.

  2. Thiago
    15 de junho de 2011 at 22:18

    Professor Robson? Será que é o senhor? Creio que fui seu aluno no São José. Ótimo Blog. Abraço!

    • Robson Oliveira
      15 de junho de 2011 at 22:27

      Pode ser, Thiago. Só não lembro de você. O blog não é meu, somos uma equipe. Divulgue entre seus contatos. Temos que nos organizar.

      Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *