Conferência Episcopal Italiana doa um milhão de euros para Diocese

A Diocese de Petrópolis recebeu a doação de um milhão de euros da Conferência Episcopal Italiana para ajuda as vítimas e também mais de 10 toneladas de materiais (roupa, alimento, material de higiene pessoal e limpeza, água) vindos de todas as regiões do país. Toda esta doação é para atender as vítimas das chuvas, localizadas em oito paróquias nos municípios de Petrópolis (2 paróquias), Teresópolis (3), Areal (1), São José do Vale do Rio Preto (2).

O dinheiro arrecado pela Diocese de Petrópolis, inclusive o doado pela Cáritas e pela Conferência Italiana, está sendo usado para compra de material específico para as famílias, como roupa íntima e de higiene pessoal, quando falta nas paróquias para atender as vítimas.

Dom Filippo Santoro, bispo diocesano, disse que as doações estão chegando de várias dioceses brasileiras, de empresas e instituições ligadas a Igreja Católica, como a Cáritas Brasileira e Internacional e a Conferência Episcopal Italiana. “A solidariedade as vítimas é muito grande. A Igreja Católica no Brasil está mobilizada para atender as vítimas na Região Serrana”.

O Bispo de Petrópolis explicou que a doações que chegam as paróquias atingidas pela chuva, são levadas para os desabrigados ou para famílias que estão em locais de difícil acesso. “Estamos contando com voluntários que utilizam carro e motos, e até mesmo a pé, para fazer chegar aos sobreviventes todo material necessário para viverem este momento”.

Fonte: Site da Diocese

5 comments for “Conferência Episcopal Italiana doa um milhão de euros para Diocese

  1. Herbert Burns
    24 de fevereiro de 2012 at 11:31

    Eu também só confio na Igreja, pois o uso da economia e do sacrifício das doações é usado descaradamente pelo governo e pelas instituições governamentais de tal maneira que contamina até seus funcionários. Exemplo: economia de água. O quanto voce economizar, seja através de sacrifício ou não, toda a sua economia, não lhe traz nenhum benefício, pois o que voce economizar não é pra voce , é pra companhia. Ela vai vender o que voce economizou pra outro consumidor. Faz propagandas descaradamente falsas! dizendo que o consumidor tem que economizar senão vai faltar e o pobre do consumido acredita, quando se sabe que a solução do fornecimento é outra. A água é um problema de saúde pública, que não deve ser descartada das reflexões da CF. O que eu economizo com água e luz não posso doar porque a companhia “pegou” primeiro!

  2. Abecassis Fernando Veloso
    20 de fevereiro de 2012 at 17:10

    Bom Dia

    Gostaria de saber como obter doacoes da Conferencia Episcopal para ajudar pessoas desfavorecidas em Mocambique.

    • 21 de fevereiro de 2012 at 10:14

      Quem deve fazer isso é o bispo da diocese referida ou a conferência de bispos de Moçambique.

      até mais!

  3. Leandro Lopes
    18 de janeiro de 2011 at 08:40

    Eu já há muito tempo decidi fazer minhas doações somente na Igreja ou na Cruz Vermelha, pois infelizmente os batalhões da PM, quartéis do Corpo de Bombeiros,Postos das Prefeituras e Universidades tem sido vítimas de saques.
    Funcionários, guardas e soldados vem sendo pegos roubando donativos, coisa que já ouvíamos falar antes.
    Incrível que diante de uma tragédia alguns ainda conseguem ser tão egoístas a ponto de roubar de quem tudo perdeu. Mas não devemos diminuir a nossa caridade, somente seremos mais espertos como pediu nosso Senhor.

    • Robson Oliveira
      18 de janeiro de 2011 at 08:52

      Sou absolutamente a favor dessa iniciativa, Leandro. O que tem de particular recebendo em seus apartamentos e lojas “doações para os desabrigados” é uma loucura! Prefiro entregar em quem sempre fez esse trabalho, no silêncio, e com competência. Vou entregar nossa doação na Catedral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *