Para registro

O senhor Icushiro Shimada, um dos donos da Escola Base, colégio particular do município de São Paulo que fechou e levou seus proprietários a sofrimento moral e pecuniário inimaginável depois de reportagem irresponsável de grandes telejornais brasileiros, não gozará o direito de ver sua reputação e seus bens restabelecidos, apesar de decisão da Justiça. Ele morreu no dia 16 de abril, de infarto cardíaco fulminante. Sua esposa, Maria Aparecida, também acusada injustamente, morreu de câncer, em 2007.

Icushiro Shimada

Icushiro Shimada, ao centro

A imprensa tem de ser responsável por suas afirmações. Afinal, não se trata de mais uma notícia, mais uma foto, mais uma capa de jornal. Trata-se de uma vida, de uma reputação. Será que a imprensa aprendeu algo com o caso?

 

Robson Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *