Tag: Crônicas

A Fidelidade não é um vício

A hermenêutica contemporânea defende que todos os esforços de conversão e de melhorias humanas, como a busca por virtudes, devem ser desprezados e tomados por soberba, por moralismo hipócrita. Os que lutam para ser fiéis ao Evangelho e a Deus, cumprindo com suor e lágrimas os mandamentos, esses devem ser punidos pois sua fidelidade é falsa e ofende os pródigos. Assim, vemos como não apenas a infidelidade, o desperdício, a ingratidão, a luxúria, a avareza do mais moço é tolerada…

A vitória dos Grouchos

Publicado Originalmente no site do Centro Dom Vital (02/10/2014) Robson de Oliveira Silva Diretor do Centro Dom Vital O ator Julius Marx, mais conhecido pelo pseudônimo artístico Groucho Marx, deixou-nos legado reconhecido no cinema do século XX. Se é verdade que, segundo Aristóteles, o gênero literário comédia não é o melhor, pois cabe à tragédia e à epopeia realizar a catarse necessária às artes,  não se pode menosprezar o poder desmoralizante de uma bela gargalhada ou o caráter destruidor de uma…

Credo dos Ricos

  Se Deus está na larva e no frango, por que tanta grita e espanto, quando a uns falta tudo e a outros sobra tanto?   Se Deus é na goiaba e no verme, Não se entende o enojo do imberbe quando no fruto mordido só do bicho metade se percebe.   Se Deus é arte e ignorância, se culinária e carne putrefata, por que do pobre se faz defesa com artigos, greve e passeata?   Se Deus está na…

Crise de Humanismo

A Gazeta do Povo publicou mais um texto de um blogueiro do Site Humanitatis. O artigo trata da crise humanística pela qual passa o país e se intitula: Crise de sentido: O tempo passou, o mundo mudou significativamente, mas a intuição de Husserl não foi contraditada. Ainda que os enormes avanços científicos revelem ao homem um mundo escondido sob milímetros quadrados, ainda que a tecnologia nos ensine cada vez mais sobre cada vez menos, o problema que é o homem continua…

O Reverso da Lista de Schindler

Tudo começou com dossiês falsos. Naqueles dias estranhos, pensávamos que o recado era para os maus políticos, mas agora sabemos, era um aviso para os políticos honestos: “se ousarem se levantar contra nós, difamaremos vocês!”. Apesar desse sinal, não percebemos a grandeza da ameaça. Depois surgiu uma prática inédita no Brasil, mesmo para quem viveu o período de chumbo da política brasileira: o assassinato de reputações. Por causa da enormidade de recursos à disposição e da capilaridade da máquina pública,…

Carta à Sininho

Querida Sininho,  Com alegria soubemos, pelos jornais, de sua intenção secreta de solicitar exílio em nosso país. Ficamos surpresos em receber esta notícia, visto ser de conhecimento público e notório o desprezo que a senhora tem por nosso modo de vida e por nossas leis. Ainda assim, satisfaz-nos saber que tem, mesmo de modo um tanto envergonhado e oculto, alguma admiração pela nossa terra.

Machado for Dummies

O jornal Gazeta do Povo publicou artigo de um articulista do Site Humanitatis. Trata-se de uma reflexão sobre a medida de idiotização da população brasileira pelo atual governo: “A cultura brasileira desse início de século sofre de uma sintomática amnésia socrática. Os mestres atuais esqueceram-se dessa lição helênica. Alguns dos nossos contemporâneos têm certeza de que sabem mais que os outros e tomaram para si a tarefa e o dever de ensiná-los, arrancando-os das trevas da ignorância. É essa a…

A bola e a urna

O Jornal do Brasil publicou mais um texto de um articulista do Site Humanitatis. É uma analogia sobre a Copa do Mundo e as Eleições desse ano. Espero que gostem e que divulguem entre seus amigos e familiares. Eis um extrato: (…) A Fúria rompeu o contrato com a bola, e ela pune. Mesmo preferindo o toque de classe, a precisão do craque, a delicada violência do goleador, a bola pune os que não levam o jogo a sério, os que…

Mais virtudes, menos Prozac

A Gazeta do Povo, jornal importante da cidade de Curitiba, publicou o texto Mais virtudes, menos Prozac, de um articulista do Site Humanitatis. Espero que gostem e que divulguem entre seus amigos e familiares. Eis um extrato: É quase palpável, pelo menos nas grandes cidades do Brasil, um sentimento difuso de desânimo e abatimento, perceptível mesmo nas conversas informais. Quase se pode tocar a desesperança, o pessimismo, a desconfiança de dias melhores. De fato, por onde o olhar se volta multiplicam-se os casos…

Felix Culpa!

O Pai não mais leva em conta os pecados do mundo se este estiver agindo em união com seu Filho. Deus Pai “como que” olha o mundo através das Chagas do Redentor e, assim, comove-Se por Amor ao Filho Imolado na Cruz “Tu nos criastes para Vós e nosso coração está inquieto enquanto não repousa em Vós” (Santo Agostinho). Toda criação está voltada ao fim de sua natureza, o Criador. Sem Ele não há sentido de ser, não há nem mesmo Ser na criação, sem Ele nada…