Tag: Espiritualidade

Raniero Cantalamessa – Cristo Passivo

Cristo Passivo Raniero Cantalamessa “Também o pobre é um ‘vicarius Christi’, alguém que faz as vezes de Cristo. Vigário, mais uma vez, no sentido passivo, não no ativo. Não no sentido de que o que o pobre faz é como se Cristo o fizesse, mas no de que o que se faz ao pobre é como se se fizesse a Cristo” ‘Foi a mim que o fizestes!’ “ Fonte: CANTALAMESSA, Raniero. A Pobreza. São Paulo: Loyola, 1997, p. 16.

J. Urteaga – Tibieza

Tibieza J. Urteaga “Não basta admirar a obediência das estrelas, nem a humildade dos mortos, nem a firmeza das rochas… Isso é muito, mas a nós – tíbios – diz-nos pouco. Precisamos de um impulso maior. Envia-nos homens como nós, de caracteres diferentes, temperamentos fortes; homens com paixões, com personalidade…, que sejam o estímulo da nossa conduta; homens que se santifiquem no trabalho em que nós trabalhamos” Fonte: URTEAGA, J. O Valor Divino do Humano. São Paulo: Quadrante, p. 167.

J. Urteaga – Língua

Língua J. Urteaga “Cuida da tua língua quando o coração estiver ofuscado; a calúnia que sai da tua boca é – diz um provérbio chinês – como quatro cavalos desenfreados que dificilmente se dominam” Fonte: URTEAGA, J. O Valor Divino do Humano. São Paulo: Quadrante, p. 30.

Hugo de Azevedo – Mulheres e Bom Humor

Mulheres e Bom Humor Hugo de Azevedo “Entre mulheres o problema complica-se por duas grandes qualidades que possuem: a capacidade de dedicação e o espírito de sacrifício. Geralmente, os homens cumprem as suas tarefas e descarregam o que ainda falte sobre os superiores. Eles que se virem! Arrumam a mesa e deixam de lado o trabalho. Com as mulheres não costuma ser assim: afligem-se com as preocupações dos chefes e fazem horas extraordinárias sem pensar em recompensa, por puro sentido…

Joseph Ratzinger – Piedade Cristã Verdadeira

Piedade Cristã Verdadeira Joseph Ratzinger “Sucede às vezes, nas descrições da figura de Jesus, que se dá realce quase só ao aspecto da contestação, à sua intervenção contra uma falsa devoção; desse modo, Ele aparece como um liberal ou um revolucionário. Realmente, na sua missão de Filho, Jesus introduziu uma nova fase do relacionamento com Deus, em que inaugurou uma nova dimensão da relação do homem com Deus. Isso, porém, não é um ataque à religiosidade de Israel. A liberdade…

J. Urteaga – Juízo Final

Juízo Final J. Urteaga “Que nunca possamos envergonhar-nos do que dissemos em público, porque chegará o dia em que se julgará toda a palavra. O Verbo Divino e sem mancha julgará sem clemência o verbo cruel e mentiroso dos homens” Fonte: URTEAGA, J. O Valor Divino do Humano. São Paulo: Quadrante, p. 30.

J. Urteaga – Consciência Reta

Consciência Reta J. Urteaga “Vai chegando a hora de gritar bem alto a certos homens que se chamam pomposamente ‘cristãos’: estamos fartos de suportar vossas calúnias! Continuaremos a aguentar a mentira que fere a nossa honra, mas não suportaremos mais o ultraje que fazeis à nossa Mãe, a Igreja, com as vossas vidas de caluniadores! Se querem desconhecer como cristãos o que é a caridade, terão de responder como homens pelo que é justiça! se a consciência não os acusa…

Exame de Consciência das Famílias sobre Gratidão

Algumas reflexões sobre o matrimônio foram disponibilizadas no Site Humanitatis nos últimos meses: primeiramente, se viram algumas características da vocação matrimonial (unidade, fidelidade, estabilidade e fecundidade); depois,  refletiu-se sobre a vocação à família e a generosidade que isso implica e sobre o papel fundamental da prole no matrimônio cristão. Outras reflexões sobre o matrimônio surgiram no blog Non Nise Te!, mas com objetivos diversos. Estes tentaram lançar luzes sobre algumas armadilhas comuns da vocação matrimonial, armadilhas muito comentadas, mas pouco práticas. Por…

Santo Afonso Maria de Ligório – Jesus no Santíssimo Sacramento, nosso Consolador

Jesus no Santíssimo Sacramento, nosso Consolador Santo Afonso Maria de Ligório “Quando o nosso Divino Redemptor estava na terra, convidava todos a que a Elle recorressem para serem consolados, dizendo-lhes: <<Vinde todos a mim>>. E os factos correspondiam às palavras: pois, como diz São Lucas: <<Jesus andou de logar em logar, fazendo bem, e sarando a todos os opprimidos do demonio>> – Ora, no Santissimo Sacramento do Altar o nosso amabilissimo Jesus exerce continuamente o mesmo officio de Consolador das…

Santo Afonso Maria de Ligório – Santidade

Santidade Santo Afonso Maria de Ligório “Devemos agir como se não tivéssemos feito nenhum bem no passado; e, realmente, tudo o que fazemos por Deus, não é nada, porque apenas cumprimos um dever. Tomemos, pois, cada dia, a resolução de começar a ser todos de Deus, porque são poucos os que se santificam de verdade” Fonte: LIGÓRIO, Santo Afonso Maria de. Prática do amor a Jesus Cristo.  Petrópolis: Vozes, 1944, p. 83.