Tag: Ética

Não existe NINGUÉM mais honesto do que EU?

Alguém poderá um dia dizer que é uma alma pura? Mas será que um dia a luta pelas virtudes será cessada? Será que alguém chegará na situação de ter lutado todas as lutas contra os vícios e, enfim, possuir as virtudes sem misturas? De outro modo, alguém poderá um dia dizer que é uma alma pura? Uma alma sem defeitos? Cadastre-se: http://goo.gl/6ZxrN8 Leia mais em nosso site: http://www.comocrescernasvirtudes.com.br/ha-tregua-na-luta…/ Assista também a dica no vídeo e compartilhe.

Não se atrase, seja VOCÊ uma pessoa pontual!

Não se atrase, seja VOCÊ uma pessoa pontual! Pontualidade é mais que chegar na hora aos compromissos. Pontualidade diz respeito à precisão também. Por exemplo, ser pontual na lavagem da louça não é só realizar a tarefa na hora combinada, mas também realizá-la de modo que não seja preciso refazer o trabalho. Pontualidade rima com precisão, capricho. Por isso, no caminho de aperfeiçoamento pessoal que é característico da luta pelas virtudes, a pontualidade ganha uma luz diferente e revela-se bastante…

A luta pelas virtudes

Algumas pessoas, em razão de sua história pessoal, acreditam que não são capazes de mudar o rumo de suas vidas. Empurrados para situações difíceis, muitas vezes contra suas próprias vontades, desanimam diante de dificuldades que parecem ser verdadeiros colossos. De fato, a busca por ter uma vida de virtudes exige força e perseverança incomuns e, por esse mesmo motivo, não é raro que algumas pessoas digam que é impossível vencer. Entretanto, não é bem assim. Se os empecilhos para alcançar…

Hugo de São Vitor – Sabedoria e Bem Perfeito

Sabedoria e Bem Perfeito Hugo de São Vitor  Para o autor, a Sabedoria é bem perfeito porque “ao iluminar o homem, a sabedoria faz com que ele conheça a si mesmo, de modo que, conhecendo-se, deixe de pensar ser apenas algo semelhante a todas as outras cosias criadas, notando que de fato foi criado como ser superior” Fonte: SÃO VITOR, Hugo de. Didascalicon: a arte de ler. Campinas: Vide Editorial, 2015, p. 23.

Papa Francisco – Embrião Humano

Embrião Humano Papa Francisco “Quando, na própria realidade, não se reconhece a importância dum pobre, dum embrião humano, duma pessoa com deficiência – só para dar alguns exemplos –, dificilmente se saberá escutar os gritos da própria natureza”. Fonte: PAPA FRANCISCO. Louvado Seja, 117.

Arthur Schopenhauer – Determinismo e Liberdade

Determinismo e Liberdade Arthur Schopenhauer “Esperar, portanto, que um homem, sob tais influências, aja ora de um modo, ora de outro absolutamente oposto, é como esperar que a mesma árvore, que no último verão deu cerejas, sazone no outorno vindouro pêras” Fonte: SCHOPENHAUER, Arthur. O livre arbítrio. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1967, p. 147.

Por que estudar as virtudes?

Conta-se que um pai atarefado, procurando um desafogo para a esposa, já muito ocupada em casa – e ele mesmo empenhado em resolver um problema domiciliar complicado – resolveu dar um desafio ao mais novo, um espoleta. Leu, não lembrava onde, que crianças pequenas gostam de ser desafiadas, elas gostam de ver testadas as suas capacidades. Então, o pai pensando ter ganho uns trinta minutos, pega uma revista semanal, encontra um desenho do Mapa Mundi, rasga a página em pequenos…

Papa Francisco – Atividade Humana e Limites Éticos

Atividade Humana e Limites Éticos Papa Francisco “Não é possível frenar a criatividade humana. Se não se pode proibir a um artista que exprima a sua capacidade criativa, também não se pode obstaculizar quem possui dons especiais para o progresso científico e tecnológico, cujas capacidades foram dadas por Deus para o serviço dos outros. Ao mesmo tempo, não se pode deixar de considerar os objectivos, os efeitos, o contexto e os limites éticos de tal actividade humana que é uma…

Arthur Schopenhauer – Natureza e Liberdade

Natureza e Liberdade Arthur Schopenhauer “Tôda coisa que é deve ter uma natureza particular característica, graças à qual ela é o que é, natureza essa atestada por todos os seus atos, cujas manifestações são necessàriamente provocadas pelas causas exteriores; por outra forma, contràriamente, esta natureza não é de modo algum obra dessas causa, não sendo modificável por elas. Tudo isso, porém, é tão verdadeiro em relação ao homem e à sua vontade como para todos os sêres da criação” Fonte:…

Relacionamentos em Crise

Há muito tempo acompanho relacionamentos que agonizam. São jovens ou não tão jovens, que sofrem por não se sentirem realizados em namoros, noivados ou até casamentos nos quais a humanização própria e do outro está longe de acontecer. Mas por quê? Nossa juventude passa por uma crônica crise de generosidade. O matrimônio ou é doação entre duas pessoas, de tudo o que se é, ou é apenas um comércio entre mercadores, um contrato mercantil, uma troca de interesses. As pessoas entram…