Tag: Moral

Fantasticamente Parcial

Ou sobre como fazer uma matéria jornalística tendenciosa! Não sou jornalista, mas qualquer pessoa com algum conhecimento geral sabe que uma máxima do bom jornalismo é dar voz ao contraditório. É verdade que alguns meios de comunicação não têm a…

Arthur Schopenhauer – Libre Arbítrio

Livre Arbítrio Arthur Schopenhauer “Admitindo o livre arbítrio, tôda ação humana seria uma milagre inexplicável e um efeito sem causa” Fonte: SCHOPENHAUER, Arthur. O livre arbítrio. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1967, p. 122.

Michael J. Sandel – Célula-Tronco Embrionária

Ciência, Biologia

Célula-Tronco Embrionária Michael J. Sandel “Em breve, os cientistas poderão extrair células-tronco de embriões em estágios iniciais de desenvolvimento e, a partir delas, estudar e curar doenças degenerativas. Os críticos de tal prática dizem que a extração de células-tronco destrói…

Aristóteles – Phrónesis

Phrónesis Aristóteles “Capacidade verdadeira, dotada de razão e prática, concernentes ao que é bom ou mau para o homem” Fonte: ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco 5, 1140 b 5-6.

A Incoerência jornalística

Deixa ver se entendi: se uma jornalista diz que compreende que cidadãos defendam-se quando o estado não faz a sua parte na proteção do povo, então essa jornalista é responsável por qualquer crime cometido por cidadãos? Então se há uma reportagem…

Notícias sobre a vacinação com Gardasil

Ciência, Biologia

Leiam algumas notícias sobre a inofensiva vacinação de meninas brasileiras com o produto Gardasil, promovida pelo governo federal pelos cantões do Brasil varonil. 1. Em Veranópolis e Porto Alegre, no RS, três (3) meninas tiveram problemas de saúde relacionados à…

Jürgen Habermas – Valores Humanos

Valores Humanos Jürgen Habermas “A permeação mútua do cristianismo e da metafísica grega não produziu apenas a forma espiritual da dogmática teológica e a helenização – nem sempre benéfica – do cristianismo. Ela promoveu também a apropriação de conteúdos genuinamente…

Immanuel Kant – Máxima

Máxima Immanuel Kant “Devo proceder sempre de maneira que eu possa querer também que a minha máxima se torne uma lei universal” Fonte: KANT, Immanuel. Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Trad. Paulo Quintela. Coimbra: 1960, p. 27-28.