Tag: Moralidade

Immanuel Kant – Imperativo Categórico

Imperativo Categórico Immanuel Kant “Age de tal maneira que uses a humanidade, tanto na tua pessoa como na pessoa de qualquer outro, sempre e simultaneamente como fim e nunca simplesmente como meio” Fonte: KANT, Immanuel. Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Trad. Paulo Quintela. Coimbra: 1960, p. 68.

Congregação para a Doutrina da Fé – Inegociabilidade do Conceito de Pessoa

Inegociabilidade do Conceito de Pessoa Congregação para a Doutrina da Fé “A Igreja é consciente que se, por um lado, a via da democracia é a que melhor exprime a participação direta dos cidadãos nas escolhas políticas, por outro, isso só é possível na medida que exista, na sua base, uma recta concepção da pessoa. Sobre este princípio, o empenho dos católicos não pode descer a nenhum compromisso” Fonte: CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ. Nota Doutrinal: sobre algumas questões relativas à participação e…

Conselhos Pastorais do Inferno – I

Meu preferido: a desobediência Depois de muito tentar, consegui novamente ultrapassar a segurança do site e estou de volta! E agora com conselhos pastorais, hein! Já que o importante é “atender ao povo”, vou também eu dar uns pitacos. O objetivo é facilitar a vida dos recrutas recém-contratados no último concurso para demônio, pois o trabalho tem de ser mal-feito… eheheheh… Para essa reflexão, escolhi um dos temas mais caros da vida infernal, um dos mais importantes para a perdição…

Joseph Ratzinger – Fé

Fé Joseph Ratzinger O Papa citando Daniélou: ” ‘Para o sincretismo’, assim diz ele (e nós poderíamos dizer, em lugar disso: para os diversos caminhos religiosos fora da revolução iniciada pelos profetas), ‘salvas são as almas interiores, seja qual for a religião a que pertençam. Para o cristianismo, são os crentes, qualquer que seja o grau de interioridade que eles alcançaram. Uma criancinha, um trabalhador sobrecarregado de trabalho, quando crêem, são maiores do que os grandes ascetas’ “ Fonte: RATZINGER, Joseph. Fé,…

Joseph Ratzinger – Cristianismo e Moralidade

Cristianismo e Moralidade Joseph Ratzinger Sobre a flagrante superioridade moral dos personagens não-cristãos sobre os Patriarcas da fé: “Negar o ‘escândalo’ não faria aqui nenhum sentido. Antes, é justamente isso que possibilita o acesso para uma apreciação adequada da história das religiões: Abraão, Isaac e Jacó não são realmente ‘grandes personagens religiosas’. Deixar isso de lado seria deixar de lado o impulso que conduz ao caráter único e peculiar que a revelação bíblica possui. Esse caráter peculiar e totalmente diferente…

Eleições na Cidade Maravilhosa: Marcelo Freixo, não!!!

Como confiar em alguém que, sem meias palavras, defende o assassinato de uma pessoa inocente, um bebê, e que o faz com tamanha vilania e crueldade?  É ano de eleições… Sim, é hora de saber a que Senhor servimos. Em 2010 a batalha foi dura, muita perseguição, tentativa de demissão de asseclas do PT e filo-petistas. Mas o que podemos fazer? Ai de mim se não evangelizar, não é? Pois bem, esse ano a luta continua… Comecemos pela Cidade Maravilhosa. É…

“Católico” Florzinha

Finalmente consegui furar a segurança do site. Eles têm melhorado muito a qualidade das suas senhas. O famoso 123321 não tem funcionado mais. Fazer o quê? Mas ainda tenho algumas armas debaixo das garras… eheheh… Recebi um email muito perigoso recentemente. Os demônios do Rio de Janeiro têm enviado mensagens criticando um novo blog: www.ocatequista.com.br. Eles têm pedido ajuda para combater os excelentes artigos daqueles que trabalham para divulgar os ensinamentos do Emanuel e da Babilônia. Fui ao novo blog…

Politicamente Incorreto

Frequentemente a Igreja e seus membros são chamados de hipócritas por denunciarem práticas em desacordo com a moralidade cristã, ao passo que seus membros são capazes de crimes que contradizem a doutrina que professam. Algumas vezes estes membros não ignoram apenas os dados da fé católica, mas beiram a bestialidade. Assim, como alguns padres e bispos locais não combatiam abertamente a escravidão no país – em franca dissonância com o Magistério Ordinário que já teve um Papa escravo (São Calixto, 217)…