Tag: Teologia

Joseph Ratzinger – Piedade Cristã Verdadeira

Piedade Cristã Verdadeira Joseph Ratzinger “Sucede às vezes, nas descrições da figura de Jesus, que se dá realce quase só ao aspecto da contestação, à sua intervenção contra uma falsa devoção; desse modo, Ele aparece como um liberal ou um revolucionário. Realmente, na sua missão de Filho, Jesus introduziu uma nova fase do relacionamento com Deus, em que inaugurou uma nova dimensão da relação do homem com Deus. Isso, porém, não é um ataque à religiosidade de Israel. A liberdade…

Reflexões Metafísicas – III: dupla tarefa da metafísica

Este é o terceiro ponto introdutório na reflexão sobre a metafísica e seus elementos de contato com a teologia. As outras meditações encontram-se aqui e aqui. Nesse tópico tratar-se-á das duas funções da reflexão metafísica. Como foi dito anteriormente, a reflexão metafísica na tarefa teológica é inescapável. De fato, não é possível realizar uma abordagem teológica sem, concomitantemente, utilizar-se de algum fundamento metafísico, alguma ferramenta filosófica. A pretensão de fundar a  hermenêutica da Revelação apenas com os ouvidos da fé é…

Reflexões Metafísicas – II: a unidade fé e razão

Continuando a reflexão sobre a relação entre filosofia e teologia, importa recordar que o Magistério não se furta do dever de indicar aos seus fiéis e àqueles de boa vontade a integralidade da natureza humana. Isto é, a Igreja Católica não se cansa de chamar a atenção de todos os homens sobre o idêntico valor da fé e da razão e, portanto, da complementaridade da reflexão filosófica e teológica. E os motivos são bastante claros. Vejamos: 2. Contra a crescente…

Reflexões Metafísicas – I: a anemia metafísica

Nesta série serão apresentados os elementos que constituem as bases da reflexão metafísica, de orientação tomista, que sustentam não poucos conteúdos teológicos. De modo simples, mas direto, alguns pontos fundamentais serão tratados, pontos frequentemente ignorados na reflexão teológica protestante e que, não raro, iniciam as crises de fé de um grupo razoável de cristãos católicos. A primeira proposta é uma introdução, que trata da relação entre filosofia e teologia, que no fundo reflete a unidade existencial entre razão e fé,…

Raniero Cantalamessa – Sinal de Contradição

Sinal de Contradição Raniero Cantalamessa “No tempo de Paulo, uma parte do mundo pedia milagres, a outra, sabedoria. Hoje, uma parte do mundo (a parte sujeita a regimes capitalistas) pede justiça, a outra (sujeita aos regimes totalitários comunistas) pede liberdade. Nós, porém, pregamos Jesus crucificado e ressuscitado, por estarmos convencidos de que nele se funda a verdadeira justiça e a verdadeira liberdade” Fonte: CANTALAMESSA, Raniero. Nós Pregamos Cristo Crucificado. São Paulo: Loyola, 1996, p. 15.

Haverá um “Fim do Mundo”

Só vou levar a sério uma previsão do fim de mundo se o “profeta” disser não apenas quando, mas também onde Desde o filme-catástrofe 2012, há a expectativa recente na população de que o fim do mundo é iminente. Pessoas brincam nas ruas, alunos fazem graça nas aulas. No fundo deste sentimento é possível perceber a preocupação com o fim da figura desse mundo, com o término das coisas como as conhecemos. Contudo, esta preocupação não é nova. [iframe: width=”420″…

Neo-Ateísmo Conveniente

Muitos neo-ateus surgem por falta de confiança na Providência de Deus, que não desampara nunca, jamais deixando faltar o necessário. Fama e riqueza, no entanto, não são necessários para o homem. Por que, então, deixar-se convencer pelo brilho do ouro ou pelos aplausos do público? Algumas vezes me pego pensando: como alguém que experimentou o Amor de Deus e até teve uma boa formação teórica sobre religião se afasta da prática religiosa? Tudo bem que a profundidade religiosa não é…

Papa Bento XVI – Cristologia

Cristologia Papa Bento XVI “A árvore genealógica de São Mateus é também um Evangelho de Cristo Rei. Está estruturada em três vezes quatorze nomes. Escrevendo-se o número quatorze e algarismos hebraicos, que ao mesmo tempo são letras, resultam as letras do nome de Davi. Assim o número quatorze que domina a árvore genealógica indica simbolicamente o sinal da realiza. Ele faz com que a árvote genealógica seja uma árvore real na qual não só está cumpreida a esperança de Abraão,…